De Segunda à Sábado das 20:00 às 23:00 horas.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Mensagem de Reflexão - A importância da Mulher que teme a Deus

Ela é valiosa, pois gera os filhos da fé

Por Bispo Edir Macedo
redacao@arcauniversal.com

Só as mulheres de Deus produzem homens de Deus. É verdade que a mulher não aparece no púlpito, mas ela aparece, indiretamente, de uma forma muito mais importante do que possa parecer. "Mulher virtuosa, quem a achará?" Salomão sabia que uma mulher virtuosa vale mais que todo o ouro, porque é ela que levanta o homem, o ergue. Uma mulher sábia, virtuosa, abençoa o homem de tal forma que esse homem se torna um expoente nas mãos de Deus, graças ao trabalho insistente e valioso daquela mulher. "Enganosa é a graça, e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada".

Talvez você, homem, esteja pensando: o que eu tenho a ver com isso? Tem muito a ver, pois você vai saber se a mulher com quem está se unindo, ou vai se unir, se a esposa que você tem, realmente é uma mulher de Deus ou não, abrindo os seus olhos, para que você fique vigilante, atento, para que você não venha a se iludir, não venha dormir, cochilar, diante de uma pessoa que você tem do seu lado, pois pode ser uma pessoa de Deus ou uma pessoa do diabo.

No último estudo falamos da graça enganosa, que não é a de Deus que só abençoa a pessoa. A graça enganosa é aquela mulher tipo "garota de Ipanema", "produzida", que se torna mais atraente, mas a formosura é vã, porque ela acaba. A beleza de uma mulher é como uma flor: cedo ou tarde acaba.

Quantas mulheres do cinema fizeram sucesso no passado e hoje nem aparecem nos jornais e revistas, porque não querem que o mundo veja a fisionomia delas? Salomão disse "a formosura é vã, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada". Quer dizer, a mulher que teme ao Senhor será sempre bonita, não importa a idade. Pode ter cem anos, sempre será louvada. Sara tinha quase cem anos, mas foi uma mulher de Deus, sábia, assim como Ana, Raquel, mulher de Jacó, mulheres que, mesmo envelhecidas, mesmo com as rugas, eram louvadas, porque trilhavam o caminho do Senhor. Viviam no temor do Deus Altíssimo.

Muitas mulheres abandonam seus lares, traem seus maridos. Que coisa terrível! Que decepção, que coisa cruel! Abandonar um lar, o homem que Deus lhe deu. Qual o louvor que essa mulher tem? Nenhum, pois abandonou a casa, traiu o marido, maculou o seu leito. E não somente a mulher, mas o homem também, quando faz isso, é a mesma coisa! Quando a mulher trai o marido é como se estivesse traindo Jesus, e quando o homem trai a mulher é como se ele estivesse traindo a Igreja. É uma coisa muito deprimente. Cada um de nós tem um livro sobre a nossa história. Cada ato que cometemos fica registrado nesse livro. Tudo que nós fazemos.

A história de cada um vai ser julgada um dia, sendo mostrada diante do Trono Branco. Imagine leitor a vergonha que a gente vai passar por aquilo que fazemos de errado, a vergonha daqueles que traíram que tomaram uma atitude totalmente contrária ao próprio Deus, como a infidelidade, pois Deus abomina o repúdio e a infidelidade. São coisas tremendamente importantes, para que as pessoas venham a acordar, despertar para uma vida correta, uma vida limpa, de santidade, de pureza. O próprio Deus disse: "Sede santo porque eu sou santo". Nós temos obrigação de ser separados desse mundo.

Estamos no mundo, mas não fazemos parte dele. Aquele que tenta fazer parte dele, e ao mesmo tempo do mundo de Deus, não pode, em hipótese alguma, ter a Sua graça. Infelizmente a formosura encanta os olhos físicos, mas, na maioria das vezes, causa decepções. A formosura, pela qual muitos homens se deixam levar, o perfil, o corpo, o rosto, a graça, é enganosa. Quando “leva para casa” e descobre o que está dentro dela, verificando que está tudo podre, aí já é tarde demais. Aí vêm o choro e as lágrimas. Por isso é muito importante que tanto o homem quanto a mulher venham a dar o verdadeiro valor à mulher que teme ao Senhor, porque essa será louvada, porque é a mulher que ama a Lei de Deus, as coisas de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário